Depoimentos

Adaptação do Bento no berçário

IMG_4039

Já contei como foi a adaptação da Alice no berçário e como sofri por ser minha primeira filha. Nos últimos dias passei pela adaptação do Bento, pois voltei a trabalhar ontem. Confesso que foi EM PARTE mais fácil porque tenho a Alice como exemplo e sei que ele será bem cuidado, assim como foi a irmã.
O Bento está no mesmo berçário que a Alice ficou, cuja escolha foi feita após uma longa pesquisa minha e do marido quando ela ainda tinha 3 meses. Visitamos pessoalmente por volta de 7 berçários, uns próximos à nossa casa, outros considerados de ‘ponta’. Escolhemos um que é tradicional, não usa micro-ondas para esquentar alimentos – só banho-maria – e não usa lenços umedecidos, somente meio-banho na troca de fraldas. A instituição conta ainda com 4 berçários, ou seja, o bebê fica apenas com outros que possuem a mesma fase de desenvolvimento e conforme vai crescendo é promovido para o berçário seguinte. Isso chamou muito a nossa atenção porque os demais locais que visitamos contam apenas um berçário e os bebês de 4 meses ficam juntos com os que já andam e isso pode, sem querer, causar algum transtorno.
O espaço de cada berçário também chamou nossa atenção, são enormes, contam com berços e uma área de ‘convivência’ com cadeirinhas e brinquedos que colaboram com o desenvolvimento. Sei que parece que estou fazendo propaganda, mas na verdade estou expondo porque escolhemos essa escola e não outra, ok? Muitas pessoas perguntam o que deve levar em consideração e nós optamos por qualidade do serviço e espaço disponível. Mas é preciso ver também a proximidade, preço e o principal: confiança!
Mas voltando a adaptação do Bento, diferentemente da Alice, ele dorme facilmente, é só ter um paninho ou uma naninha e uma chupeta. Mas como nem tudo na vida de uma mãe são rosas, meu bebê não queria pegar mamadeira! Ele cuspia o leite, mordia o bico ou virava o rostinho. Nos primeiros 3 dias de adaptação eu fiquei na escola e quando a fome batia, eu dava o peito. Sim, cheguei a ficar 3 horas de plantão na escola esperando o Bento ter fome para dar leite materno. (O legal é que conheci melhor as tias da recepção e uma delas até me deu uma receita deliciosa de sorvete de corte!)
Entretanto, quando eu voltasse a trabalhar, não poderia ficar à disposição do Bento, então ele teria de usar a mamadeira e se acostumar com o leite em pó. Como tivemos o feriado de carnaval, aproveitei para treinar bastante. Eu estava bem disposta, mas ele não. Eu já havia testado 3 tipos de mamadeira e bicos e 2 tipos de leite e nada. Então compramos em uma farmácia simples, numa vila rural onde estávamos passando o carnaval, 2 mamadeiras menos sofisticadas, daquelas que nos deixam na dúvida se são realmente ‘BPA free’ (sem Bisfenol A). Mas também não deu muito certo. Metade do leite da mamadeira era desperdiçada.
Meu único consolo era que ele sempre arrotava depois de ‘tomar’ a mamadeira, então eu acreditava que junto com o ar também tinha entrado leite (pensamento positivo sempre).
Após o feriado do carnaval o berçário disse que ele estava mamando cerca de 60ml em cada mamada e que eu não precisava mais ficar esperando para dar o meu leite. Fiquei aliviada, mas com um pé atrás, já que em casa não tomava nada. Na quarta foram 60ml, na quinta 90ml e na sexta 100ml em cada mamada. Não pude acreditar! Não é que longe de mim ele estava mamando? Fiquei muito feliz.
Então, no melhor estilo São Tomé (só acredito vendo), no fim de semana dei mamadeira e mesmo com uma certa resistência ele tomou 120ml e depois 150ml em cada mamada! Nossa, que alívio, ele aceitou a mamadeira. Até dormi melhor sabendo que fome ele não passaria e que poderia voltar a trabalhar tranquilamente.
Tranquilamente? Talvez. Ontem, dia 15 de fevereiro, retornei ao trabalho e descobri que não importava se era o primeiro ou segundo filho, meu coração apertou, mas apertou tanto que até vazou água pelos olhos, rs. Sim, não resisti e banquei novamente a atriz mexicana: chorei quando entrei no carro rumo ao trabalho. Mas é assim mesmo, mãe sofre, mas o amor de filho compensa tudo! Beijos e até a próxima.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s