Diversão para toda família, Sem categoria

Curiosidades sobre o filme Piratas do Caribe

  1. O jovem ator Brenton Thwaites, que interpreta Henry em “Piratas do Caribe – A Vingança de Salazar”, é fã da série de filmes desde que era criança em Queensland, Austrália. Ninguém ficou mais feliz do que ele ao descobrir que não apenas tinha sido escolhido para o papel principal do filme, mas que também o filme seria quase todo filmado em… Queensland, Austrália!null
  2. Seguindo a tradição típica de “Piratas do Caribe” – em que elenco e equipe dos quatro filmes anteriores lutaram contra condições climáticas extremas no mundo todo – a locação de filmagem primária do filme em Gold Coast, Queensland, Austrália, sofreu com o clima mais úmido dos últimos 61 anos devido a um ciclone chamado Márcia.null
  3. Joachim Rønning e Espen Sandberg por incrível que pareça não são os primeiros noruegueses a dirigir um filme de piratas para o Walt Disney Studios. Em 1991, o estúdio lançou outro filme de piratas com saudações daquele país chamado “Náufragos em Luta”, dirigido por Nils Gaup.
  4. O cenário extraordinariamente detalhado da cidade de St. Martin, projetado por Nigel Phelps e executado pelo supervisor de direção de arte Ian Gracie e pelo coordenador de construção Bernie Childs, ocupa cinco acres de terreno verdejante nos arredores de Hinterlands, no subúrbio de Maudsland, e é um conceito do artista de um chique e fervilhante vilarejo britânico colonial no Caribe. Apesar de a maioria das estruturas serem apenas de frente, pelo menos duas – Grime’s Tavern e Swift’s Chart House – eram tridimensionais, maravilhosamente enfeitadas e ambientadas pelo departamento de decoração de cenários de Beverley Dunn. Alguns dos prédios foram projetados de forma inteligente para serem completamente erguidos e movidos para diferentes seções do vilarejo para dar uma ideia ainda maior do tamanho da cidade.null
  5. Cada loja do cenário de St. Martin tinha algumas de suas mercadorias em exposição, fossem elas lulas e polvos secos (ambos reais e fedendo horrores ao longo de diversos meses), malhas, cestas, cerâmicas ou gêneros alimentícios.
  6. Para a sequência de assalto ao banco, um banco inteiro do século 18 foi construído ao redor de um trator mecânico chamado de Manitou. O motorista do Manitou conseguia ver através de uma frente falsa de acrílico, mas ninguém conseguia olhar para dentro, e a ilusão de quatro paredes foi mantida com perfeição.
  7. A figurinista Penny Rose e sua equipe converteram um estúdio inteiro de 6.000 metros do Village Roadshow Studios em Gold Coast, Queensland, Austrália em um armazém de figurinos com 2.000 figurinos, chapéus, sapatos e acessórios, todos meticulosamente organizados por idade, gênero, tipo e nome do personagem.
  8. Para envelhecer os figurinos adequadamente, Penny Rose e sua equipe utilizaram diversas técnicas inovadoras, incluindo coloca-los com cascalho em uma betoneira, usar raladores de queijo para desgasta-los e, às vezes, usar maçaricos nos materiais também!null
  9. A assim chamada “arena dos navios” em Helensvale, Queensland, Austrália era o local onde ficavam onze navios, que foram construídos em bases de movimento computadorizado. Alguns curiosos do público podiam vislumbrar um mastro ou dois espreitando no meio de 100 contêineres de carga empilhados uns em cima dos outros como se fossem tijolos. Um dos jornais locais supôs que o propósito dos contêineres empilhados era esconder as filmagens ultrassecretas de olhares curiosos. Na verdade, os contêineres formavam a estrutura para uma tecnologia notável chamada Aircover Inflatables – telas azuis infláveis gigantes – que mais tarde foram substituídas por céu e mar pelo supervisor de efeitos visuais Gary Brozenich e sua equipe. Os quatro inventores dessa tecnologia foram homenageados com o Technical Achievement Award na cerimônia do Oscar de 2016.
  10. Nada menos do que 27 “gruas articuladas” (gruas tipo girafas para manuseio, carregamento e elevação hidráulica) foram empregadas na produção na arena dos navios, e uma grade de iluminação de 45 metros de comprimento pairava sobre os navios para conferir a atmosfera precisa de dia ou, especialmente, à noite. Três Technocranes trabalharam todos os dias com cinco câmeras montadas neles. Ao todo, a arena dos navios tinha 30-40 equipamentos pesados.
  11. Chamado de “leão-de-chácara contundido” por seu arquiteto, o diretor de arte Nigel Phelps, o navio do Capitão Salazar não é nada menos do que um castelo espanhol flutuante, com torres e um castelo na parte traseira, canhões giratórios no convés e estátuas de cavaleiros medievais com armaduras completas adornando os conveses e a parte externa. Adornando a cobertura das portinholas como sinistros guardiões estão cabeças douradas de demônios de dois chifres, para intimidar ainda mais os inimigos ou piratas, ou para indicar o coração sombrio de seu capitão. No convés há grandes barris de madeira, que não estão lá com o propósito de fornecer água ou vinho à tripulação, mas sim o pior lugar para ficarem presos.PIRATES OF THE CARIBBEAN: DEAD MEN TELL NO TALES
  12. Apesar de o navio do Capitão Salazar supostamente ser uma criação extravagante em vez de respeitar estritamente as histórias náuticas, Phelps tirou a ideia da águia de duas cabeças na enorme vela principal de designs históricos, e os canhões no convés apresentam o Selo Real Espanhol e são adornados com dois golfinhos cada, um tema típico de canhões franceses e espanhóis do século 18º.null
  13. Quando escurecia em Helensvale, alguns cangurus frequentemente surgiam em um grande gramado logo atrás da grande tenda das refeições para examinar com curiosidade os estranhos acontecimentos em sua vizinhança.
  14. Para sua vasta maquiagem como o amaldiçoado Capitão Salazar, o ator Javier Bardem suportou algo em torno de duas a três horas na cadeira de maquiagem todos os dias. Mas quando a linda Golshifteh Farahani era transformada na misteriosa bruxa do mar Shansa, ela precisava de quatro a cinco horas!null
  15. O departamento do cabeleireiro Peter Swords King criou mais de 1.000 perucas para o filme, e no maior dia aprontaram 700 figurantes e 30 atores principais, com uma equipe de 22 pessoas e outros 70 em uma grande tenda para pano de fundo, dublês e tratadores de animais. A instalação era chamada humoristicamente de “a fábrica de salsichas”.
  16. O cabrestante do Pérola Negra é o mesmo que foi visto nas encarnações anteriores do navio no primeiro, segundo e terceiro filmes, um verdadeiro sobrevivente salgado dos mares! (Para vocês, marinheiros de água doce, o cabrestante é um mecanismo que gira de forma que a corda ou cabo possa se enrolar nele e mover ou erguer coisas pesadas, tais como a âncora do navio).null
  17. Na sequência da guilhotina na Praça de Execuções, as duas cabeças separadas dos corpos de seus ex-donos foram modeladas utilizando como base os diretores Joachim Rønning e Espen Sandberg!
  18. Em Hastings Point, logo após a fronteira de Queensland em New South Wales, o dia de filmagens começou com lindas danças de boas vindas realizadas para o elenco e equipe por membros do Clã Goobjingburra do povo de Bundjalung, guardiões daquela terra há milhares de anos.
  19. A sequência do tumultuado “casamento forçado” filmada em Hastings Point se tornou um assunto de família de verdade para Stephen Graham (Scrum), cuja esposa Hannah Walters – talentosa atriz por mérito próprio – foi requisitada pelos cineastas para interpretar a futura, não tão acanhada, esposa do Capitão Jack, Beatrice Kelly. Os dois adoráveis e espirituosos filhos de Graham e Walters, Alfie e Grace, interpretaram as duas crianças de Beatrice. Coube aos talentosos departamentos de cabelo e maquiagem deixar o clã normalmente atraente de Graham/Walters com a aparência mais desagradável possível!
  20. Para o vencedor do Oscar Javier Bardem, assumir o papel do Capitão Salazar foi de certa forma um assunto de família. A esposa de Bardem, Penelope Cruz, estrelou o filme “Piratas” anterior a esse, “Navegando em Águas Misteriosas”, e Bardem era um visitante frequente naquele set.PIRATES OF THE CARIBBEAN: DEAD MEN TELL NO TALES
  21. No último dia de filmagem de Javier Bardem, ele e os marinheiros fantasmas do Capitão Salazar repentinamente surgiram fazendo uma versão flash mob de “Macarena” no set do Túmulo de Poseidon no Palco 8 no Village Roadshow Studios – uma forma alegre de comemorar seus meses de trabalho no filme.null
  22. O ator espanhol Juan Carlos Vellido é o único ator creditado a interpretar dois personagens diferentes em dois filmes diferentes de “Piratas do Caribe”, tendo sido o Capitão Espanhol dos Mares em “Navegando em Águas Misteriosas”, e agora interpretando o leal Tenente do Capitão Salazar, Lesaro, em “A Vingança de Salazar”.
  23. Dia 27 de maio de 2015 presenciou a equipe australiana fortemente dividida entre sua torcida pelo Queensland Maroons ou para o New South Wales Blues na partida épica de rugby que ocorreu naquela noite. Eles vestiram as cores de seus times em bottons, laços, echarpes e chapéus de todos os tipos, com ameaças meio de brincadeira, meio sérias sendo feitas, e uma tela gigantesca montada no depósito exterior do Village Roadshow Studios, projetada na lateral de um caminhão de produção. Não houve relatos de pancadaria ou revolta quando os Maroons ganharam o jogo por apenas um ponto.
  24. Foram 88 versões do estimado diário de Carina Smyth antes que o exemplar utilizado no filme fosse finalmente decidido. As capas são de couro, e o envelhecimento das páginas foi feito com um método interessante… ensopando-as de café!null
  25. A garrafa de rum do Capitão Jack Sparrow é na realidade um item do século 18º da Inglaterra. Enquanto isso, diversas sombrinhas do filme foram feitas a mão por uma senhorinha com mais de 70 anos em Brisbane, uma das últimas pessoas no mundo que faz tal trabalho de artesanato.
  26. Conforme interpretada por Golshifteh Farahani, o figurino da bruxa do mar Shansa levou 15 horas por dia durante uma semana para que apenas um fosse criado, com 42 pessoas trabalhando nele.
  27. No dia da “cena” da guilhotina giratória para a sequência da Praça de Execuções, choveu vários milímetros no cenário de St. Martin. Para manter o chão seco para a filmagem, a equipe de solo carregou 30 toneladas de terra pra dentro.
  28. Quando a companhia de “A Vingança de Salazar” filmou na densa floresta de Tamborine Mountain, eles tiveram que usar capacetes para proteger a cabeça de feijões pretos incrivelmente pesados que caíam das antigas árvores. A equipe australiana, em tom de gozação, disse aos seus colegas dos Estados Unidos e de outros países que eles eram na verdade para os “drop bears”, os míticos monstros marsupiais que lembram grandes coalas carnívoros, que supostamente caem em cima da cabeça de vítimas desavisadas do alto de grandes árvores.
  29. A gigantesca operação logística para a companhia filmar em Whitsunday Islands exigiu uma viagem de 1400 quilômetros de 60 caminhões da base de produção na Gold Coast, seguida por mais 40 minutos de estrada e uma viagem de barca do continente para Hamilton Island, uma das locações, e depois mais uma viagem de barca de uma hora e meia para outras ilhas onde a companhia estava filmando.null
  30. Quando a companhia de “A Vingança de Salazar” filmou em Whitehavem Beach em Whitsunday Islands, clima e condições da maré fora do comum geraram uma situação em que atores e equipe desembarcaram dos barcos de transporte como se estivessem encenando uma invasão militar, caminhando com água pela cintura, peito, ou pescoço, dependendo da altura, em roupas comuns. Ninguém esperava nadar para o trabalho naquele dia!
  31. Logo após a conclusão dos 93 dias de filmagem na Austrália, um sistema de tempestade sobre Whitsunday, locação final da companhia, forçou o cancelamento de todos os voos do minúsculo aeroporto de Hamilton Island. Mais de 200 membros do elenco e equipe tiveram de ser transportados de barco em águas agitadas pela Passagem de Whitsunday para o continente Australiano, dirigiram mais de duas horas até a cidade de Mackay, e depois voaram de volta para o lugar de onde vieram.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s